Redário

 

 

um trabalho de Guga Costa e Rafael Thomaz

 

Música, literatura e artes visuais se unem no do álbum [a]dentro - uma homenagem a Caymmi e seu violão, do cantor Guga Costa e do violonista Rafael Thomaz. O disco apresenta uma releitura contemporânea do histórico álbum “Caymmi e seu Violão”, lançado pelo compositor baiano em 1959, além de incluir trechos adaptados do livro “Mar Morto”, de Jorge Amado. O trabalho inclui 13 ilustrações do artista visual Vinícius Cruz, feitas especialmente para o encarte de [a]dentro.

 

Trata-se de uma homenagem aos mestres Caymmi e Jorge Amado, e também a uma obra que é, ao mesmo tempo, universal e atemporal. Neste sentido, o disco sugere uma metáfora do contexto no qual vivemos - a cidade, a metrópole - que pode ser entendido como um grande oceano - ora calmo, ora revolto - pelo qual navegamos todos os dias em busca do sustento, dos amores, das nossas relações e nossas vidas de maneira geral.  

A partir de um olhar contemporâneo, [a]dentro revive a memória de mais de 60 anos do disco, além de realçar a importância capital de Dorival Caymmi para nossa música. Guga Costa, tenor com um registro bastante agudo, encontra outras nuances e expressões para as canções, fazendo um contraponto à voz grave característica de Caymmi. Rafael Thomaz transcreve, adapta e amplia o certeiro violão que marca esta que é uma das primeiras gravações famosas desta forma tão brasileira de apresentar canções: a voz e o violão, sozinhos e completos.

 

O repertório do álbum é um mergulho na íntegra das 12 canções originalmente gravadas no álbum “Caymmi e seu Violão”, contando também com a composição instrumental “Barravento”, de Rafael Thomaz, e trechos do livro “Mar Morto”, de Jorge Amado.

REPERTÓRIO

  • Abertura (Rafael Thomaz + adaptação de fragmento do Mar Morto, de Jorge Amado)

  • Canoeiro (Dorival Caymmi)

  • A Jangada Voltou Só (Dorival Caymmi)

  • Barravento (Rafael Thomaz)

  • Iemanjá - adaptação de fragmento do Mar Morto, de Jorge Amado

  • Dois de Fevereiro (Dorival Caymmi)

  • É Doce Morrer no Mar (Dorival Caymmi/Jorge Amado)

  • Saudade de Itapoã (Dorival Caymmi)

  • O Mar (Dorival Caymmi)

  • O Vento (Dorival Caymmi)

  • O Bem do Mar (Dorival Caymmi)

  • Quem Vem Pra Beira do Mar (Dorival Caymmi)

  • A Lenda do Abaeté (Dorival Caymmi)

  • Promessa de Pescador (Dorival Caymmi)
  • Tempestade - adaptação de fragmento do Mar Morto, de Jorge Amado
  • Noite de Temporal (Dorival Caymmi)

Breve Histórico

A parceria entre os músicos surgiu em meados de 2018. Naquele ano, Guga estava imerso em uma pesquisa no repertório de Caymmi - uma de suas principais influências desde o início dos anos 2000. Então surge a ideia da visita ao repertório do disco de 1959. No segundo semestre de 2019, foram três apresentações do espetáculo. Com uma circulação planejada para o ano de 2020, o projeto precisou ser suspenso devido ao contexto da pandemia do COVID-19 no Brasil. No final de 2021 os artistas foram convidados para retomar o show com uma série de apresentações em Campinas (no Teatro do SESC), São Paulo e São José dos Campos (no Auditório do SESC), e no início de 2022 decidiram registrar o intenso processo de pesquisa e releitura destas obras que resultaram no álbum [a]dentro - uma homenagem a Caymmi e seu violão.

FICHA TÉCNICA

Guga Costa - voz

Rafael Thomaz - violão

Eduardo Brasil - criação e operação de luz

Mario Porto/Ricardo Domingues - técnico de som

Rafael Scucuglia - assistente de produção/videomaker

Redário Cultural - Produção

DURAÇÃO

60 - 70 minutos

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA

Livre para todos os públicos

adentro preto vetor com escrito completo.png
Capa Adentro para sites.jpg
caymmieseuviolao.capa.jpg

[a]dentro - uma homenagem a Caymmi e seu violão
lançamento - junho de 2022

Intro + Canoeiro - show [a]dentro - SESC Campinas - Nov/21

O Vento - show [a]dentro - SESC Campinas - Nov/21

O Vento - show [a]dentro - SESC Campinas - Nov/21

EPK - Homenagem a Caymmi e Seu Violão

Ouça em outras plataformas