Redário

 

Duo Guga Costa e Breno Lopes

música brasileira 

O show Águas de Dentro, do duo Guga Costa e Breno Lopes, foi lançado no final de 2017. Inspirado no disco À Flor da Pele, de Ney Matogrosso e Raphael Rabello (1990), o projeto traz obras especialmente arranjadas para voz e violão, com um repertório que inclui composições inéditas, além de músicas de Dorival Caymmi, Milton Nascimento, Elomar, Quinteto Armorial, Baden Powell, Vinícius de Moraes, Chico Buarque, Edu Lobo, dentre outros. O show ainda conta com um desenho de luz concebido por Eduardo Brasil especialmente para o espetáculo. Um show que resgata a formação de violão e voz para um contexto quase de música de câmara, e com uma proposta de ser um espetáculo para ser visto e ouvido.

Sobre Guga Costa

Com forte trajetória na Música Popular desde 2000, nos últimos anos também tem se destacado através de seu trabalho de intérprete-criador, na busca do diálogo entre os universos Popular e Erudito. Entre 2010 e 2011, integrou o naipe de tenores do Coro da OSESP, onde trabalhou com maestros nacionais e internacionais renomados. Nos anos de 2011 e 2012, integrou o coro oficial do Schleswig-Holstein Musik Festival, na Alemanha. Como compositor e intérprete, lançou seu primeiro disco em 2012, Delírico – o Mundoceano. Atuou como cantor na performance Pintura e Movimento, com o pintor Egas Francisco e a bailarina Hellen Audrey, e desde 2013 é diretor artístico, produtor executivo e cantor do espetáculo Nosso Flamenco. Em 2017 se deu o lançamento do show Águas de Dentro, em parceria com o violonista Breno Lopes. 

Sobre Breno Lopes

Formado em Música Popular pela Universidade Estadual de Campinas, desde a década de 1990 tem se especializado em guitarra e cante flamenco, e também no diálogo entre o flamenco e a cultura brasileira. Em sua formação teve contato com alguns mestres do violão, como Manolo Sanlucar, Manolo Franco, Paco Serrano, Gerardo Nuñes e Guadiana, Fernando de La Rua, Rafael Riqueni e Henrique Vargas. Dentre os principais projetos dos quais participou está a atuação como cantor, violonista e diretor musical na peça O Poeta Cigano - uma releitura da obra de Federico García Lorca, com a qual obteve o prêmio de direção musical no Mapa Cultural Paulista, tendo excursionado por mais de trinta cidades entre 2000 e 2001. Desde 1996 participa como guitarrista solista junto às principais companhias de flamenco da região de Campinas.

en

© 2018 by Redário. 

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle