Redário

 

Uji - o bom da roda

um solo de Edu de Maria

Corpos em composição com a roda. Velhos personagens, vidas marcadas pelo samba - samba de roda, roda de partido alto, samba de terreiro - Bahia, São Paulo, Rio de Janeiro… Lugares que são brotos de um mesmo rizoma - território existencial e expressivo.

Personagens se alternam e mostram seus afetos em composição com a roda do samba em suas múltiplas dimensões. Falas entrecortadas por músicas, memórias e tudo que produzem de intensidades. Tudo que a roda produz de vida, nega da vida, todas as linhas de fuga que a roda produz e também o que ela estratifica. A roda perpassa vidas e existências, qual a sua ética compositiva? O que é o bom da roda?

Uji - o bom da roda  nasce a partir de duas notas: as próprias memórias afetivas de Edu e as suas pesquisas como músico sobre o universo do samba (mestrado e doutorado). Para apresentar três personagens: o trabalhador urbano Cícero, uma sambadeira e um sambador, Edu de Maria convida à roda de samba a técnica da Mímesis Corpórea, linha de estudo desenvolvida pelo Lume Teatro (Campinas/SP).

 

O espetáculo traz à cena, em companhia de Edu de Maria, os músicos Anabela, Roberto Amaral e Xeina Barros que executam a trilha ao vivo, dirigidos por Ana Cristina Colla e orientados por Renato Ferracini (ambos do Lume Teatro). O público, em cena o tempo todo com o ator e músicos, é levado a experienciar o bom da roda!

HISTÓRICO DO ESPETÁCULO

 

Contemplado pelo Fundo de Investimentos Culturais de Campinas (FICC), na categoria Produção e Circulação de Espetáculo Inédito, Uji estreou em 2018 e fez temporadas no SESC, Centro Cultural Casarão, Lume Teatro, Espaço Núcleo Cupinzeiro, Sala dos Toninhos e Progen, no estado de SP. Foi como espetáculo convidado para o evento "Sustentabilidade em tempos modernos" em Viamão, RS.

Teaser | Uji - o Bom da Roda
Espetáculo na Íntegra

© 2018 by Redário. 

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle